Na última segunda-feira (8), a Associação Grêmio Unido promoveu reunião ordinária seguida de jantar, no restaurante Churrasquinho do Chef, em Porto Alegre, com a presença de mais de 70 associados, entre eles, além do presidente Nilton Mello e sua diretoria, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., o vice Sergei Costa, o chefe de gabinete, Marco Bobsin, o diretor de futebol, Deco Nascimento, conselheiros, outros dirigentes do clube, associado Gilberto Petry, presidente da FIERGS, entre outros, com pauta voltada para aprovação do balanço contábil do exercício 2017 e apresentação do parecer da comissão fiscal da Associação Grêmio Unido;

O encontro serviu para demonstrar o vigor do Grêmio Unido, que acolheu 11 (onze) novos associados, ilustres Gremistas que vêm para enriquecer a qualidade do debate das questões do Grêmio FBPA, atividade que tem nos grupos políticos e movimentos do clube, seu melhor palco.

O presidente Nilton Mello inaugurou sua fala enaltecendo a gestão Romildo Bolzan Jr., pela excelência do trabalho realizado e resultados alcançados, em todos os âmbitos da administração Tricolor, proporcionando total transparência da gestão para seus associados. A seguir elogiou o trabalho da Comissão Contábil do Grêmio Unido, pelo excelente e inédito serviço de contabilização fiscal da associação. Agradeceu e ressaltou os bons serviços da casa (Restaurante Churrasquinho do Chef), comandados pelo associado do GU, Rodrigo Kandrik, encerrando com uma saudação especial de boas vindas aos novos associados, frisando o perfil de excelente qualidade do quadro social, o que coloca o Grêmio Unido em posição de destaque no cenário político e administrativo do Grêmio.

A seguir falou o presidente do Grêmio Romildo Bolzan Jr., apontando a importância da atuação do Grêmio Unido e da sua renovação, via ingresso de novos associados e ressaltou a relevância deste cenário de diálogo das questões gremistas, promovido pelos movimentos políticos do clube.

E trouxe uma bela notícia, sobre um pedido de suplementação orçamentária, que será encaminhado ao Conselho Deliberativo. Segundo Bolzan, “o Grêmio vai suplementar, vai transformar o orçamento, que estava previsto na ordem de R$ 296 milhões, para R$ 408 milhões. Estes R$ 408 milhões vão gerar, possivelmente, uma ebitda de R$ 155 milhões. Vão dar pro clube um ganho, neste momento, principalmente a partir destas receitas, e nós estamos computando isto com dados realistas: nós estamos computando que o Grêmio será 5º lugar no Brasileiro, e não será, será melhor classificado, nós estamos computando que o Grêmio somente disputará a semi-final da Libertadores, e não será, nós vamos disputar a final da lLibertadores, e isto nos projeta um lucro líquido da ordem de R$ 58 milhões no exercício.”

Disse mais, o presidente: “Mas isto é motivo de orgulho para nós, porque se nós examinássemos há pouco tempo atrás, talvez a gente não tivesse capacidade de fazer tanto. O que fez esta capacidade de fazer tanto foi exatamente uma política de continuidade, capacidade de competir, capacidade de manter jogadores e os ganhos esportivos com atletas recem formados, que vinham de longa data sendo formados pelo clube, mas a gente teve o cuidado de não rapidamente vendê-los, sem antes nos dar um título.

O presidente foi muito aplaudido durante e ao final destas manifestações.

Assessoria de Imprensa
Associação Grêmio Unido

COMPARTILHAR